Editora LetraSelvagem

Editora e Livraria Letra Selvagem

Literaura Brasileira

Os melhores escritores do Brasil

Ricardo Guilherme Dicke

Romance, Poesia, Ficção

Deus de Caim

Olga Savary

Nicodemos Sena

Edivaldo de Jesus Teixeira

Marcelo Ariel

Tratado dos Anjos Afogados

LetraSelvagem Letra Selvagem

Santana Pereira

Sant´Ana Pereira

Romance

Nicodemos Sena

Invenção de Onira

A Mulher, o Homem e o Cão

A Noite é dos Pássaros

Anima Animalista - Voz de Bichos Brasileiros

A Espera do Nunca mIas (uma saga amazônica)

O Homem Deserto Sob o Sol

Romancista

Literatura Amazonense

Literatura de Qualidade

Associação Cultural Letra Selvagem

youtube
Destaque Cadastre-se e receba por e-mail (Newsletter) as novidades, lançamentos e eventos da LetraSelvagem.

Autores Selvagens

Fonte maior
Fonte menor
Marcelo Theo
Página publicada em: 02/03/2023
Marcelo Theo nasceu em Taubaté, SP (1969), no seio de família de classe média abastada. Nele, música, literatura, jornalismo e vida, muita vida se misturam de forma visceral, do que resultou a força expressiva desse belo e impactante artefato literário intitulado "Peccatum Sum". (Saiba mais sobre Marcelo Theo a seguir)...
Imagem
Marcelo Theo nasceu em Taubaté, SP (1969), no seio de família de classe média abastada. Começou seus estudos de música – violão e piano – aos dez anos de idade. Foi pupilo da musicista, poeta e artista plástica Geny Marcondes, que lhe abriu as portas do fabuloso mundo das palavras ao apresentar-lhe obras da literatura nacional, assim como os simbolistas franceses, literatura russa, inglesa e escritores da bem-aventurada “Geração Beat”, que sacudiu os alicerces da literatura americana nos Anos 50, ao levar a linguagem coloquial, de rua, para as páginas de livros inovadores e polêmicos. Leitor voraz e autodidata, percorreu não apenas os diversos caminhos da literatura mundial, como também da filosofia clássica, filosofia mística oriental, história e autoconhecimento. 
 

Faça seu comentário, dê sua opnião!

Imprimir
Voltar
Página Inicial

Autores Selvagens

Autor

» António Cabrita

António Cabrita ainda é uma novidade para o público brasileiro, mas não para a crítica do Brasil, que acompanha os passos desse importante e irrequieto escritor português. Adelto Gonçalves, doutor em Literatura Portuguesa pela USP-Universidade de São Paulo, afirmou: “Este português de Almada (1959) foi para Maputo (Moçambique) há poucos anos, numa época em que raros lusos se dispõem a ir para a África e os que de lá retornaram choram até hoje o ‘império colonial derramado’. Não se arrependeu, pois encontrou material, o chamado ‘tecido da vida’, para escrever novas e surpreendentes histórias como estas que o leitor brasileiro tem a oportunidade de conhecer”. E Maurício Melo Júnior, que é escritor, crítico e apresentador do programa Leituras da TV Senado, escreveu a respeito do romance "A Maldição de Ondina", que marca a estreia de António Cabrita no Brasil: “António Cabrita traz a capacidade de domar o espírito aventureiro e conservador de Portugal. E isso é o cerne de nossa alma universal”.

Colunas e textos Selvagens

© 2008 - 2021 - Editora e Livraria Letra Selvagem - Todos os Direitos Reservados.