Editora LetraSelvagem

Editora e Livraria Letra Selvagem

Literaura Brasileira

Os melhores escritores do Brasil

Ricardo Guilherme Dicke

Romance, Poesia, Ficção

Deus de Caim

Olga Savary

Nicodemos Sena

Edivaldo de Jesus Teixeira

Marcelo Ariel

Tratado dos Anjos Afogados

LetraSelvagem Letra Selvagem

Santana Pereira

Sant´Ana Pereira

Romance

Nicodemos Sena

Invenção de Onira

A Mulher, o Homem e o Cão

A Noite é dos Pássaros

Anima Animalista - Voz de Bichos Brasileiros

A Espera do Nunca mIas (uma saga amazônica)

O Homem Deserto Sob o Sol

Romancista

Literatura Amazonense

Literatura de Qualidade

Associação Cultural Letra Selvagem

youtube
Destaque Cadastre-se e receba por e-mail (Newsletter) as novidades, lançamentos e eventos da LetraSelvagem.

Críticas

Fonte maior
Fonte menor
Selva Trágica
Página publicada em: 21/02/2012
Reynaldo Damazio
Reedição do clássico romance de Hernâni Donato, que inspirou um dos melhores filmes do Cinema Novo, aparece entre as 61 dicas de leitura do Guia Folha, encarte do jornal "Folha de São Paulo" (17/12/2011)
A mão do historiador não pesou na trama do romance Selva Trágica, de Hernâni Donato, publicado originalmente em 1956, quando o ciclo do romance regionalista brasileiro já estava em declínio e Guimarães Rosa lançava Grande Sertão: Veredas.
Donato constroi com habilidade sua narrativa sobre o ciclo de extração da erva-mate, sudeste de Mato Grosso, fronteira do Brasil com o Paraguai, no início do século 20. As condições de trabalho são próximas da escravidão, sob o monopólio de uma empresa argentina, e as relações se brutalizam, seja na exploração dos trabalhadores ou no modo como as mulheres são tratadas, servindo de objeto sexual e moeda de troca.
A vida na mata se torna de fato infernal, retrato do descaso e da barbárie típicos da formação social brasileira, que no texto de Donato adquire colorações e linguagem intensas, enriquecidas pela pesquisa factual e o uso de termos locais.
 
____________
Reynaldo Damazio é poeta e crítico

Faça seu comentário, dê sua opnião!

Imprimir
Voltar
Página Inicial

Autores Selvagens

Autor

» Hernâni Donato

Hernâni Donato já foi chamado de "o homem dos sete instrumentos". Isto porque, aos 89 anos de idade, membro da Academia Paulista de Letras, é autor de mais de 70 livros, nos mais variados campos da atividade humana, indo da literatura infanto-juvenil à biografia, da historiografia aos costumes, da pesquisa à divulgação científica. Entre as numerosas traduções que realizou, destaca-se a da "Divina Comédia", de Dante Alighieri, em prosa e para divulgação entre o povo. Mas foi no romance que se deu a perfeita combinação do observador minucioso, na linha do cientista social, com o escritor de estilo claro e elegante. É o autor de "Selva Trágica", "Chão Bruto", "Rio do Tempo", "O Caçador de Esmeraldas" e "Filhos do Destino", sucessos editoriais nas décadas de 1950 e 60. Alguns críticos, como Abdias Lima (“Correio do Ceará”, 2/2/1977, Fortaleza, CE), aproximaram Hernâni Donato de Erskine Caldwell e John Steinbeck, a geração norte-americana da revolta, o Caldwell de "Chão Trágico" e o Steinbeck de "As Vinhas da Ira".

Colunas e textos Selvagens

© 2008 - 2021 - Editora e Livraria Letra Selvagem - Todos os Direitos Reservados.