Editora LetraSelvagem

Literaura Brasileira

Os melhores escritores do Brasil

Ricardo Guilherme Dicke

Romance, Poesia, Ficção

Deus de Caim

Olga Savary

Nicodemos Sena

Edivaldo de Jesus Teixeira

Marcelo Ariel

Tratado dos Anjos Afogados

LetraSelvagem Letra Selvagem

Santana Pereira

Sant´Ana Pereira

Romance

Nicodemos Sena

Invenção de Onira

A Mulher, o Homem e o Cão

A Noite é dos Pássaros

Anima Animalista - Voz de Bichos Brasileiros

A Espera do Nunca mIas (uma saga amazônica)

O Homem Deserto Sob o Sol

Romancista

Literatura Amazonense

Literatura de Qualidade

Associação Cultural Letra Selvagem

youtube
Destaque Cadastre-se e receba por e-mail (Newsletter) as novidades, lançamentos e eventos da LetraSelvagem.
Lançamento do livro K - O escuro da semente

Críticas

Publicado em: 12/07/2018

Caio Porfírio Carneiro no coração

Por: Cyro de Mattos
O escritor Cyro de Mattos escreve sobre a vida e a obra de Caio Porfírio Carneiro, grande ficcionista brasileiro falecido em 2017 em São Paulo. Leia a seguir, na íntegra.
Publicado em: 26/05/2018

Sabedoria de Portugal

Por: Manoel Hygino dos Santos
Vida, costumes, história, política... A Amazônia brasileira sob a ótica do mineiro Fábio Lucas, que faz uma "viagem" ao Norte através da literatura. Leia, a seguir, o texto do crítico mineiro Manoel Hygino dos Santos, publicado originalmente no jornal "Hoje em Dia", Belo Horizonte-MG, 17.09.2012.
Publicado em: 26/05/2018

As "peregrinações amazônicas" de Fábio Lucas

Por: Carmen Schneider Guimarães
Uma "viagem" à Amazônia majestosa e ainda tão pouco conhecida dos brasileiros, através da literatura até aqui produzida "na" e "sobre" essa região, com sua diversidade étnica e cultural e seus dilemas. Confira, a seguir, a resenha da crítica mineira Carmen Schneider Guimarães.
Publicado em: 25/05/2018

“Os Vira-Latas da Madrugada”: entre a reportagem e o romance histórico

Por: Will Prado
Livro de Adelto Gonçalves, ambientado na periferia da cidade de Santos do início dos anos 1960, revela as agruras da população à época da irrupção do Regime Militar no Brasil. Confira a resenha de Will Prado publicada originalmente no caderno Opção Cultural do jornal "Opção" de Gioânia-GO, em 29.07.2017.
Publicado em: 25/05/2018

Revisitação aos mitos da infância

Por: Anderson Braga Horta
"Um belo romance moderno", assim conclui o poeta, escritor e crítico Anderson Braga Horta, sobre "Choro por ti, Belterra!", de Nicodemos Sena. Confira a resenha na íntegra. (Publicada originalmente no suplemento literário "Correio das Artes", encartado no jornal "A União", outubro-2017, João Pessoa-PB)
Publicado em: 27/07/2017

Baú de lembranças

Por: Fernando Py
Em busca da infância perdida, um filho acompanha seu pai ao lugar onde este teria sido feliz. Livro-metáfora. Livro-poesia. Vida que salta do "baú de lembranças" diretamente para a Literatura. Estranho olhar. Memória enlouquecida que ilumina uma "realidade" distorcida. (Leia, a seguir, a resenha de Fernando Py, publicada originalmente no jornal "A Tribuna de Petrópolis", Petrópolis, RJ, 9/6/2017)
Publicado em: 07/07/2017

Carlos Nejar: o espetáculo da palavra

Por: Adelto Gonçalves
Ópera filosófica? Catedral de forma barroca? Ou uma "imaginação que endoidou", segundo verso de Fernando Pessoa? Afinal, como definir "O feroz círculo do homem", a nova obra do poeta Carlos Nejar? É do que trata o texto a seguir, do escritor e crítico Adelto Gonçalves, publicado originalmente no portal português TRIPLOV. Confira.
Publicado em: 05/06/2017

O fazedor de sonhos

Por: Carlos Nejar
"Entre solilóquios e monólogos interiores, na mágica da escrita que acorda os sentidos e os mitos", é o que escreve o poeta, crítico e tradutor Carlos Nejar, a respeito de "Choro por ti, Belterra!", o novo livro do paraense Nicodemos Sena. (Resenha publicada originalmente no jornal "A Tribuna", Vitória, ES, 14.05.2017). Leia na íntegra.
Publicado em: 05/06/2017

O feroz círculo do homem

Por: Fernando Py
Numa linguagem simbólica, Carlos Nejar constrói uma poderosa parábola do nosso tempo, numa época em que "a hipermodernidade devora os sons da primeira manhã". Confira a seguir a resenha que Fernando Py escreveu sobre o novo livro de Carlos Nejar. (texto publicado originalmente na "Tribuna de Petrópolis", 24, 25 e 26 de dezembro de 2015, Petrópolis,RJ)
Publicado em: 17/05/2017

A novela da noite

Por: Eneas Athanázio
A humanidade que se oculta (ou se revela?) no sórdido (ou solidário?) ambiente do "baixo meretrício" de uma cidaddezinha urugauia do início do século passado. É isso que o leitor encontrará no romance "Sombras sobre a terra", de um autor até então inédito no Brasil - Francisco Espínola. Leia a seguir a resenha completa de Enéas Athanázio, publicada originalmente no jornal "Página 3", Balneário Camboriú, 12-nov-2016, e reproduzido no "CooJornal" nº 1.017, 15-fev-2017)

157 registros(s) encontrado(s)

- Proxima Página

Autores Selvagens

Autor

» Francisco Espínola

Um dos grandes narradores uruguaios do Século XX, contudo, inédito no Brasil. Trabalhador incansável da palavra e criador inigualável em lingua espanhola. Pintor de sombras e escombros do humano. Inaugura, em seu país, o que a crítica chamou de ecritura dostoievskiana.

Colunas e textos Selvagens

© 2008 Associação Cultural LetraSelvagem - Todos os Direitos Reservados.